Devaneios de uma Fêmea no Cio
Contos de Zoofilia com Fotos

Zoofilia

Talvez pelo fato de amar animais, zoofilia sempre foi um assunto que me fascinou bastante. Eu tenho especificamente uma tara por caninos, principalmente por cachorros de grande porte e lobos, e a minha teoria é que essa tara tenha surgido por influência da historia de Chapeuzinho Vermelho, da qual analisando por outra perspectiva, não é nada infantil, sendo bastante erotizada de certa forma.

Eu fico com a calcinha toda molhada só de pensar sendo a fêmea indefesa de um belo macho pronto para cruzar, imaginando sentir sua saliva pingando sobre meu corpo e sua respiração ofegante, com ele a rosnar em meu ouvido come se estivesse dizendo que eu serei sua presa naquele momento, esperando que suas mordidas não drenem meu sangue, mas que sirva somente para que me mostre quem manda, e que eu pertenço somente a ele e mais ninguém.

Gosto de pensar também que, se eu for uma boa garota, eu não serei machucada, e caso isso aconteça ele irá me usar somente para reprodução, me penetrando com vigor e me enchendo com seu sêmen quente. Nesse caso espero poder ser uma fêmea bem fértil para poder gerar bastantes herdeiros para meu macho.

Imagino eu indefesa de quatro tendo a roupa rasgada pelos seus dentes sem oferecer nenhuma resistência e, já toda molhada exalando o cheiro de fêmea no cio, ele avança sobre mim farejando entre minhas pernas, para na sequência montar com toda sua agressividade, me penetrando de forma avassaladora, me fazendo sentir estar sendo completamente preenchida por algo que cresce sem controle dentro de mim.

Percebendo sua fêmea já completamente entregue e de fato sem poder mais oferecer nenhuma resistência perante seu enorme membro estufado a prendendo junto dele, ele se acalma. Nessa hora sinto ser inundada pelo seu sêmen quente a me invadir.

Mesmo sendo a presa, eu me sinto aquecida e protegida com ele montado em mim, e apesar de saber que provavelmente aquela coisa irá doer ao sair de dentro de mim, eu só consigo pensar na sorte que tenho em ser a fêmea escolhida por ele, ficando feliz por ser a hospedeira de sua cria que eu sei que em breve estará crescendo dentro de mim.